FIEL

2 de dezembro de 2020 at 09:38

Torcedor bicolor “dá show” na compra de ingressos para o Re-Pa

No começo da tarde de ontem a diretoria do clube bicolor divulgou uma parcial de ingressos vendidos para o clássico de 1.362 unidades.

Tylon Maués/ Diário do Pará

Torcida bicolor sempre participa ativamente das campanhas criadas pelo clube

 Torcida bicolor sempre participa ativamente das campanhas criadas pelo clube | Divulgação/ Ascom PSC

Na semana passada o Paysandu arrecadou mais de R$ 100 mil com a campanha de venda de ingressos virtuais. O sucesso da campanha, com entradas a R$ 10,00, está sendo repetida essa semana com um aperitivo e tanto. No sábado, o clássico Re-Pa fecha a primeira fase da Série C e os dois rivais estão nessa disputa à parte, de quem vende mais bilhetes virtuais. Para o Papão, em particular, o incremento financeiro servirá para o pagamento da folha salarial de outubro.

Paysandu: pendurados podem causar mudanças para Re-Pa

No começo da tarde de ontem a diretoria do clube bicolor divulgou uma parcial de ingressos vendidos para o clássico de 1.362 unidades. O torcedor pode comprar através do site ou presencialmente na sede social.

O executivo de marketing do Papão, Marcone Barbosa, explicou que a Fiel já vinha acostumada com esse tipo de ação após algo semelhante ter sido feito no Campeonato Paraense através das transmissões dos jogos pela TV Cultura, ressaltando as respostas dadas pela Fiel. “Eu que cheguei em Belém esse ano ainda me surpreendo no nível de engajamentos em todas as ações que fazemos com a torcida. A resposta sempre é a melhor possível. Dessa vez não foi diferente. O torcedor já tinha conhecimento dessas ações”.

Barbosa lembrou que ações como essas tendem a ter uma queda de engajamento, mas que as peculiaridades de uma semana que antecede um Re-Pa podem mudar esse cenário. “Tem essa situação específica de estamos classificados e de ser um clássico. Pode ser que haja uma surpresa positiva em relação à primeira experiência. Vamos ver a torcida do Paysandu mostrar sua força e que possa ganhar o Re-Pa”.

Em pronunciamento um dia antes, o presidente Ricardo Gluck Paul convocou a torcida a voltar a se engajar na campanha para ajudar o clube na reta final da Terceirona, lembrando que os clubes de massa têm essa vantagem em relação aos adversários. “Existe algo que é comum a todos os clubes. Todos estão jogando de portões fechados e todos estão com dificuldade financeira. Mas, existe algo que não é comum a todos os clubes, que é a força que sua torcida tem para escalar programas desse tamanho. Isso vai fazer a diferença nesse quadrangular (…) Quem conseguir, dentro do quadrangular, encontrar soluções dessa, certamente levará vantagem para dentro de campo. O Paysandu tem uma torcida gigante que pode fazer a diferença nesse sentido”.