Russomanno e Covas tem empate técnico em São Paulo, mostra XP/Ipespe

16 de outubro de 2020 at 11:07

Deputado é o favorito de 28%

Atual prefeito é favorito de 23%

Dupla empata também em 2º turno

Propaganda tem baixo alcance

O deputado Celso Russomanno em sessão do Senado em 2017 e o prefeito Bruno Covas em entrevista, em maio de 2020; candidatos estão em situação de empate técnicoMarcos Oliveira/Agência Senado – 27.set.2017 e Governo de São Paulo – 4.mai.2020

PODER360
16.out.2020 (sexta-feira) – 10h11

Os candidatos Celso Russomanno (Republicanos) e Bruno Covas (PSDB) estão tecnicamente empatados na corrida eleitoral pela prefeitura de São Paulo. O deputado e apresentador tem a intenção de voto de 28% dos eleitores paulistanos, enquanto o atual prefeito é o favorito de 23%.

Os números são de pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta 6ª feira (15.out.2020). Os percentuais reportados neste texto foram atingidos na pesquisa estimulada, que é quando os nomes dos candidatos são apresentados. Eis a íntegra da pesquisa (2 MB).

Atrás de Russomanno e Covas, também em empate técnico, estão Guilherme Boulos (Psol), com 13%; e Márcio França (PSB), com 8%.

Numericamente, os candidatos com maior rejeição (em quem o entrevistado diz que não votaria de jeito nenhum) entre o eleitorado paulistano são:

  • Levy Fidelix (61%);
  • Joice Hasselmann (56%);
  • Celso Russomanno (49%);
  • Guilherme Boulos (48%);
  • Jilmar Tatto (47%); e
  • Orlando Silva (47%).

Em eventual disputa em 2º turno, Russomanno e Covas têm novo empate na pesquisa XP/Ipespe: cada 1 teria 40% dos votos, com 15% de votos branco/nulo. Na pesquisa anterior, eram 21% os que diziam que não votariam em nenhum dos candidatos nessa eventual disputa de 2º turno.

Os pesquisadores também indagaram os eleitores sobre a propaganda eleitoral no rádio e na TV –que começaram a ser veiculadas em 9 de outubro. Foram 41% os que disseram não ter assistido a nenhuma propaganda até agora. Dentre aqueles que assistiram, 21% consideraram que Bruno Covas tem o melhor desempenho na campanha até aqui. Para 12%, Russomanno é quem tem a melhor propaganda.2

A pesquisa foi realizada de 12 a 14 de outubro, com 800 eleitores da capital paulista. A margem de erro é estimada em 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e está registrada junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número SP–08993/2020.